Notícias

Apelo por um urgente Plano de Estado para o Crescimento Econômico e um País soberano

11/11/2020

Estamos vivendo uma paralisia sem precedentes, um país com quatorze milhões de DESEMPREGADOS, sessenta milhões de pessoas correndo atrás de um auxílio emergencial de R$ 300,00 e as autoridades discutindo se faz ou não faz um Programa que se chamaria “RENDA BRASIL”, SE TIRA OU NÃO TIRA DOS POBRES PARA DAR AOS PAUPÉRRIMOS. A população via imprensa discutindo o lobo da nota de R$ 200,00. É brincadeira!

Onde estão os órgãos empresariais(CNI, Fiesp, Fieg e outros Fis, os SINDUSCON’s etc), que tanto apoiaram e propagaram a criação de empregos e a retomada da economia; e as  Federações e Conselhos,
todos escondidos na loca?

Cadê a Ponte para o Futuro? Cadê os resultados das tão urgentes e propaladas reformas estruturantes (Trabalhista; Teto de gastos, Previdência e Tributária)? E a reforma política? Ah! Essa foi uma piada, Fundo partidário com dinheiro público! E os Liberais, os Neoliberais com suas mirabolantes soluções de Estado Mínimo e outros ”bichos” mais? E o arroz? Cadê? O produtor escondeu? Vai prendê-lo agora? Eu pergunto: onde está o estoque pulmão, regulador? Onde está a Conab? “A mão invisível do mercado”. “O mercado se autorregula.” Um Estado para poucos!  O que vocês vão fazer com os famintos? Dar - lhes “trezentinho”?  Para eles calarem a boca! Parece coisa de mui amigo do Jô Soares, De onde vai tirar o recurso? Furar o teto? Puseram a peia nas próprias pernas! Um tiro no pé!  O que adianta ter as contas equilibradas com sessenta milhões de famintos? Déficit?!  Há!? O MITO DO DÉFICIT!?

O país está em chamas e a União liberou R$ 3,8 milhões de reais para combate aos incêndios! Tais brincando!

O projeto do Orçamento para 2021 prevê R$ 28 Bilhões para INVESTIMENTOS! Dividindo por 27 Estados dá uma média de R$ 1,04 bi por Estado. Um espanto! 

Todos calados!!!! Esperando a banda passar? “Discutindo se o mosquito (o Aedes Egypiti, por exemplo) é municipal, estadual ou Federal?”, isto não é relevante. O mosquito não conhece fronteira! Da mesma forma o faminto e a pandemia também não! 

Gente, o desemprego é o principal parâmetro para início da discussão do problema!  O país precisa urgente de “UM PLANO, DE ESTADO, PARA O CRESCIMENTO E O DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO.” E isso está acima das paixões ideológicas: liberais, neoliberais, desenvolvimentistas, monetaristas, comunistas, socialistas, capitalistas e outros tantos “istas” que existem por aí.

Gente, necessidade é o que não falta: infraestrutura (transportes, abastecimento de água, esgotamento sanitário, drenagem urbana, tratamento de resíduos sólidos, moradia, telecomunicações, energia etc), saúde e educação. Não vou falar de Segurança, pois entendo que este não é causa é consequência, é, os presídios. Isto para falar dos investimentos públicos.

E também, uma Política de Industrialização. Gente, não dá para não ter!  

Exportar commodities não leva ninguém  a lugar nenhum. Exportar soja em grãos? E importar leite de soja?  Minério de ferro, petróleo e importar bugigangas! Roupas etc., sem falar na venda de nossas maiores empresas públicas, patrimônio do povo. Tá brincando comigo!

Perguntareis: e o recurso?

Eu vos direi: o Brasil tem uma moeda soberana!!!

 

Goiânia 23 de setembro de 2020

 

Eng.João Batista Tibiriça.

Diretor Financeiro do Sindicato dos Engenheiros no Estado de Goiás



Veja outras publicações
GOIÂNIA
(62) 3251-8181 / (62) 3251-8967
Avenida Portugal, 482
Setor Oeste - CEP: 74140-020
ANÁPOLIS
(62) 3976-1491
Av. Franklin Roosevelt, Qd G-2 Lt 6
St. Nossa Senhora D Abadia - CEP: 75120-460