Notícias

INFRAESTRUTURA - Senge-GO presente no debate sobre 5G

02/07/2021

O Sindicato dos Engenheiros no estado de Goiás através de seu presidente Gerson Tertuliano participou de importante debate sobre 5G em reunião do Coinfra/Fieg.

INFRAESTRUTURA
Fieg debate implantação do 5G em Goiás e no Brasil

Evento, promovido pelo Coinfra, contou com participação de representantes da Abrintel e Anatel. Investimentos devem superar R$ 800 bi até 2023


O Conselho Temático de Infraestrutura (Coinfra) da Fieg, liderado pelo empresário Célio Eustáquio de Moura, promoveu quarta-feira (30/06) o webinar Implantação da Tecnologia 5G. O evento, realizado em ambiente on-line, contou com exposição do chefe da Assessoria Técnica da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), Humberto Bruno Pontes Silva, e do presidente da Associação Brasileira de Infraestrutura para Telecomunicações (Abrintel), Luciano Stutz.

De acordo com dados apresentados, o Brasil e o Estado de Goiás têm desafios significativos em infraestrutura de telecomunicações, camada primária da conectividade, para implantação da tecnologia. Para tanto, são estimados investimentos de R$ 885,8 bilhões até 2023 tanto para ampliação de sistemas de mobilidade e conectividade quanto em tecnologias de transformação digital.

Para os especialistas, é fundamental a mobilização do setor pela aprovação de legislações locais, no âmbito dos estados e municípios, para que estejam na rota dos investimentos previstos para o ciclo 5G. Dentre as prioridades, foram citados o alinhamento com a legislação federal das antenas (lei 13.116/2015 e decreto 10.480/20), o licenciamento único e simplificado para desburocratização de facilitação do acesso à tecnologia e o fomento ao compartilhamento, com previsão de instalação ordenada de torres.

Para o presidente do Coinfra, Célio Eustáquio de Moura, com a definição de diretrizes para o leilão do 5G e regulamentação da Lei Geral das Antenas, o Brasil chegará a uma nova realidade em conectividade. "E essa revolução vem rápido, em velocidade 5G. A expectativa é que 100% das capitais brasileiras tenham a tecnologia até julho de 2022", afirmou.

O webinar foi acompanhado pelo presidente do Sindicato da Indústria da Construção no Estado de Goiás (Sinduscon-GO), Cézar Mortari, e por cerca de 40 empresários e profissionais do setor.


Fieg debate implantação do 5G em Goiás e no Brasil

Evento, promovido pelo Coinfra, contou com participação de representantes da Abrintel e Anatel. Investimentos devem superar R$ 800 bi até 2023


O Conselho Temático de Infraestrutura (Coinfra) da Fieg, liderado pelo empresário Célio Eustáquio de Moura, promoveu quarta-feira (30/06) o webinar Implantação da Tecnologia 5G. O evento, realizado em ambiente on-line, contou com exposição do chefe da Assessoria Técnica da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), Humberto Bruno Pontes Silva, e do presidente da Associação Brasileira de Infraestrutura para Telecomunicações (Abrintel), Luciano Stutz.

De acordo com dados apresentados, o Brasil e o Estado de Goiás têm desafios significativos em infraestrutura de telecomunicações, camada primária da conectividade, para implantação da tecnologia. Para tanto, são estimados investimentos de R$ 885,8 bilhões até 2023 tanto para ampliação de sistemas de mobilidade e conectividade quanto em tecnologias de transformação digital.

Para os especialistas, é fundamental a mobilização do setor pela aprovação de legislações locais, no âmbito dos estados e municípios, para que estejam na rota dos investimentos previstos para o ciclo 5G. Dentre as prioridades, foram citados o alinhamento com a legislação federal das antenas (lei 13.116/2015 e decreto 10.480/20), o licenciamento único e simplificado para desburocratização de facilitação do acesso à tecnologia e o fomento ao compartilhamento, com previsão de instalação ordenada de torres.

Para o presidente do Coinfra, Célio Eustáquio de Moura, com a definição de diretrizes para o leilão do 5G e regulamentação da Lei Geral das Antenas, o Brasil chegará a uma nova realidade em conectividade. "E essa revolução vem rápido, em velocidade 5G. A expectativa é que 100% das capitais brasileiras tenham a tecnologia até julho de 2022", afirmou.

O webinar foi acompanhado pelo presidente do Sindicato da Indústria da Construção no Estado de Goiás (Sinduscon-GO), Cézar Mortari, e por cerca de 40 empresários e profissionais do setor.



Veja outras publicações
GOIÂNIA
(62) 3251-8181 / (62) 3251-8967
Avenida Portugal, 482
Setor Oeste - CEP: 74140-020
ANÁPOLIS
(62) 3976-1491
Av. Franklin Roosevelt, Qd G-2 Lt 6
St. Nossa Senhora D Abadia - CEP: 75120-460